Tels
www.tutinatura.PT

ÁCIDO MANDÉLICO

A estrutura molecular do Ácido Mandélico garante uma esfoliação suave e segura, que ativa a divisão da epiderme, em camadas vivas. A sua estrutura, melhora a acção das camadas mais profundas da epiderme.

O Ácido mandélico é um dos ácidos alfa-hidroxi, obtido durante o processo de hidrólise do extracto de amêndoas amargas. Possui propriedades antibacterianas únicas, garantindo os melhores cuidados para as peles oleosas e peles com acne. Facilita o desvanecimento da mancha escura, proporcionando uma tez da pele mais uniforme. Estimula a produção de colagénio e da sintese da elastina na pele, melhorando a flexibilidade.

A esfoliação com ácido mandélico tem uma ampla aplicação e pode ser administrada em peles de diferentes características, indicado muito especialmente para pessoas com pele problemática. O ácido mandélico é bem tolerada, não causa vermelhidão, apenas uma ligeira sensação de queimadura durante o tratamento.

INDICAÇÕES PARA TRATAMENTO:

- Peles com acne;
- Com aspecto Rosáceo;
- Peles oleosas, seborreicas e com cravos;
- Afectadas pela Foliculite;
- Afectadas pelo Melasma;
- Em processo de envelhecimento precoce;
- Em processo de foto-envelhecimento;
- Carentes de revitalização;
- Como peeling para peles sensíveis;

Os efeitos do tratamento:

- Rejuvenesce;
- Normaliza a dimensão dos poros;
- Suaviza a tentura;
- Melhora os tons da pele;
- Harmoniza a tez natural;
- Elimina as manchas escuras;
- Tem propriedades bacteriostáticas (útil para o tratamento da acne);
- Reduz e regula a produção sebácea;
- Reduz as linhas finas;
- Tem efeito queratolítico;

CONTRA-INDICAÇÕES:

- Dermatite seborréica
- Micose
- Psoríase
- Infecções virais ativas (ex: herpes)
- Acne na fase ativa
- Durante o tratamento com derivados de vitamina A

Este site usa Cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante!